Estremoz

"O património é identidade, as entidades e população devem estar articuladas para o preservar” diz Vice-Presidente da CCDR Alentejo(c/som)

Regional Escrito por  01 Out. 2022

 

A sexta edição do Fórum do Património realiza-se este sábado, dia 1 de outubro, em Estremoz, num contexto de forte e prolongada pressão da promoção imobiliária e turística sobre o património cultural construído do nosso país.

A organização do Fórum do Património de 2022, sob o tem geral PATRIMÓNIO E PARTICIPAÇÃO DEMOCRÁTICA”, está a ser pilotada por ONG alentejanas, com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz e do ICOMOS-Portugal.

A Vice-Presidente da CCDR Alentejo, Carmen Carvalheira marcou presença e falou à Rádio campanário.

Carmen carvalheira começou por nos referir “o património pode e deve ser uma ferramenta fundamental no desenvolvimento do território” acrescentando ainda “o património pode ser usado em várias áreas e de forma muito transversal.”

A Vice-Presidente da CCDR Alentejo sublinha a importância do património “enquanto ferramenta cultural considerando-o muito estruturante na governação regional e local.”

A representante da CCDR Alentejo recordou que se “está a iniciar-se um ciclo onde os Municípios serão os principais responsáveis pelo património e onde é muito importante que todas as entidades estejam profundamente ligadas e articuladas para que o Património seja preservado e utilizado como ferramenta de desenvolvimento.”

Na sua opinião, refere ainda “a população, para além de sensibilizada, deve ser envolvida porque o património é identidade.”

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31