Portugal propõe adiar redução total das emissões no setor automóvel!

Regional 23 Jun. 2022

Portugal e mais quatro países da União Europeia propõem adiar por cinco anos, até 2040, a redução em 100% das emissões de dióxido de carbono nos veículos ligeiros de passageiros e de mercadorias, contrariando uma decisão do Parlamento Europeu, conta a Associação ambientalista Zero em comunicado hoje.

Esta posição está contra a decisão do Parlamento Europeu que votou para estabelecer 2035 como o prazo limite para que todos os veículos ligeiros de passageiros e de mercadorias a serem vendidos tenham de ter emissões zero – um passo significativo para a ação climática, a qualidade do ar e a acessibilidade dos veículos elétricos.

Assim, a  ZERO pede ao Ministro do Ambiente e Ação Climática que apoie a confirmação da data final das vendas de novos motores de combustão quando se reunirem em 28 de junho.

Francisco Ferreira, Presidente da ZERO, disse: “O prazo significa que os últimos carros movidos a combustível fóssil serão vendidos até 2035, dando assim uma possibilidade de um forte contributo para evitarmos alterações climáticas descontroladas. A eliminação progressiva dos motores de combustão também é uma oportunidade histórica para ajudar a acabar com nossa dependência do petróleo. Dá também a certeza de que a indústria automóvel precisa de aumentar a produção de veículos elétricos, o que reduzirá os preços dos veículos”.

Informação - Zero Associação Ambientalista

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31