22 Jun. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Portugal recusa dispensa do uso de máscara para vacinados

Regional 16 maio 2021

"Tomámos a decisão de, mesmo após vacinação, manter a máscara, manter distanciamento e, portanto, manter as diretrizes da Direção-Geral da Saúde (DGS)",revelou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

Portugal não está a equacionar a dispensa do uso de máscara por parte de pessoas vacinadas, garantiu hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Lacerda Sales, alegando falta de robustez científica para avançar com essa medida.

"Tomámos a decisão de, mesmo após vacinação, manter a máscara, manter distanciamento e, portanto, manter as diretrizes da Direção-Geral da Saúde (DGS)", afirmou António Lacerda Sales,  nas Caldas da Rainha, considerando não haver "ainda robustez científica naquilo que é a possibilidade de transmissibilidade [do vírus], nomeadamente nos assintomáticos".

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) reviram as suas orientações para pessoas totalmente vacinadas, permitindo que estas deixem de usar máscaras ao ar livre, em multidões, e na maioria dos ambientes fechados, apesar de o seu uso ser ainda exigido em ambientes fechados lotados, como autocarros, aviões, hospitais ou prisões.

Questionado pela Agência Lusa, o secretário de Estado sublinhou que, após vacinação, "o que há de robustez em termos científicos é que há uma imunogenicidade, por assim dizer, contra doença grave". Mas, afirmou, o país não tem ainda "definição quanto a esse processo", de a máscara poder vir a ser dispensada após vacinação.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30