Evora

Projeto Life – Água da Prata reuniu Conselho Consultivo para auscultação de propostas de parceiros

Projeto Life – Água da Prata reuniu Conselho Consultivo para auscultação de propostas de parceiros CM Evora
Regional 13 Dez. 2020

A Câmara Municipal de Évora, através da vice-presidente Sara Dimas Fernandes e do vereador Alexandre Varela, promoveu, na última sexta-feira de manhã, uma reunião, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com o Conselho Consultivo do Projeto Life - Agua da Prata com o intuito de fazer ponto de situação da implementação do mesmo e auscultar propostas e sugestões dos parceiros.

O Projecto Life – Água da Prata, orçado em cerca de um milhão e quatrocentos mil euros, comparticipado em 60 por cento, tem como objetivos primordiais: substituir a água tratada para rega por água não tratada, reutilizando as nascentes originais e o aqueduto histórico; Promover obras de adaptação no aqueduto, de forma a harmonizar a construção a uma nova função e promover uma adaptação estrutural dos espaços verdes para resistirem a ondas de calor e precipitações extremas (com soluções de base natural), assim como medidas adicionais de eficiência na rega e poupança de energia.

De acordo com a informação avançada na página oficial do Município "este projeto, que não se esgota no seu prazo de execução (dezembro de 2022), - antes pelo contrário – centra-se no Aqueduto da Água da Prata, uma obra hidráulica do século XVI, com 18 quilómetros de extensão, ainda operacional e classificado como Monumento Nacional desde 1910."

O projeto, cofinanciado pelo Programa Life (um instrumento financeiro da União europeia que apoia projetos ambientais de conservação da natureza e de intervenção climática), terá como "ações preparatórias a limpeza e restauro das captações de água do aqueduto; a adaptação e restauro do aqueduto; a construção de reservatório em S. Bento; a construção de rede de distribuição de água para rega; a instalação de sistemas autónomos de rega; o melhoramento da aplicação da água nos jardins e a transformação de espaços verdes."

Com a implementação destas medidas surgirão, entre outras consequências, a substituição de água tratada por não tratada, ganhos de eficiência na rega e a adaptação estrutural de espaços verdes.No âmbito da transformação de espaços verdes, destaque para a intervenção já verificada no Jardim das Corunheiras, com a plantação de árvores e arbustos para ensombramento do relvado – criando ilhas de frescura e, deste modo, reduzindo-se a quantidade de água da rega – e, dentro em breve, junto à bacia da ribeira da Torregela, onde se procederá ao restabelecimento da galeria ripícola, onde haverá o reforço das margens instáveis com pedras, estacas de salgueiro e recuperação da paliçada e a plantação de árvores e arbustos de espécies nativas.

O projeto prevê também a construção de reservatório de água em S. Bento que terá como função separar a água, regularizar caudais e pressurizar o sistema de distribuição de água.

Fazem parte do Conselho Consultivo do Projeto Life – Água da Prata representantes da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, Universidade de Évora, Administração Regional Hidrográfica do Alentejo, Direção Regional de Cultura do Alentejo e os agrupamentos de escolas Severim Faria, André de Gouveia e Manuel Ferreira Patrício.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30