06 Out. 2022
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Montemor o Novo

Qualidade de serviço das redes móveis: ANACOM apresenta estudo em Montemor-o-Novo

Qualidade de serviço das redes móveis: ANACOM apresenta estudo em Montemor-o-Novo Foto: Futurecom Digital
Regional Escrito por  08 Ago. 2022

O Presidente da Câmara Municipal, Olímpio Galvão, e o Presidente da ANACOM, João Cadete de Matos, efetuaram uma reunião em finais de Junho, na qual marcaram presença representantes das Juntas de Freguesia do Concelho de Montemor-o-Novo e alguns órgãos de comunicação social da região, durante a qual foi apresentado o estudo de qualidade de serviço das redes móveis da MEO, NOS e Vodafone, que a ANACOM realizou no concelho.

Neste estudo, que decorreu de 10 a 13 de maio, foram percorridos pela equipa da ANACOM cerca de 670 km, tendo sido realizadas 2858 chamadas de voz, 896 testes de velocidade da ligação à internet e 115648 registos de sinal de rádio.

Com esta ação pretendeu-se averiguar a experiência do utilizador em termos de acessibilidade aos serviços, sendo para o efeito estabelecidas chamadas de voz para avaliação do serviço de voz e realizados testes NET.mede, uma ferramenta de verificação disponibilizada pela ANACOM, para medição da velocidade da internet. O objetivo principal deste estudo foi testar em simultâneo a experiência que o utilizador, que está ou visita o concelho de Montemor-o-Novo, tem ao utilizar cada uma das 3 redes móveis ao dispor do cidadão.

Olímpio Galvão referiu no final do encontro à comunicação social que, “com este estudo, temos um bom instrumento para pressionar os operadores”. Para o autarca, “esta sessão foi bastante importante porque há aqui o comprometimento de, nos próximos 2 anos, serem feitos grandes investimentos a nível das comunicações, quer de rede móvel quer da rede fixa de fibra, para que estas cheguem a toda a população, a todas as casas a nível nacional, o que foi uma boa notícia que aqui foi trazida. Sabemos que é um projeto muito ambicioso que pode permitir que Montemor, e outras zonas rurais, possam dar o salto”. O Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo disse também que, com a concretização desta reunião e do diálogo que esta permitiu, “temos aqui uma ponte de ligação, e iremos fazer a pressão suficiente para que os problemas se resolvam”.

 

O Presidente da ANACOM, igualmente aos jornalistas, relatou que “no concelho de Montemor-o-Novo assistimos nos anos da pandemia a um grande acréscimo de população, muita dela veio viver e trabalhar à distância, algo só possível se existir uma boa internet”. Segundo João Cadete de Matos, “está em marcha o desenvolvimento de um programa de financiamento público, para levar a internet a todas as casas em Portugal. A expetativa que a ANACOM aqui trouxe, dessa articulação com o Governo, é que ao longo dos próximos 2 a 3 anos, todas as casas, mesmo aquelas que hoje estão mais longe da rede da internet, sejam servidas através de uma empresa que vai instalar a rede de fibra ótica, e que depois a disponibiliza para qualquer um dos operadores de telecomunicações”.

 

Ainda sobre os resultados do estudo, foi possível constatar que Montemor-o-Novo e todas as suas freguesias têm muitas “áreas brancas”, ou seja, áreas onde não existe cobertura de redes fixas de alta velocidade, nomeadamente redes de fibra ótica. Ilda Matos, responsável pelo Gabinete de Informação da ANACOM, observou que, “obviamente o desejável é que toda a gente tenha acesso a redes de elevada capacidade, que são hoje em dia uma necessidade, carência que a pandemia veio pôr em evidência com o teletrabalho e as aulas à distância”.

De facto, “percebemos que havia um país a várias velocidades e que havia constrangimentos para as pessoas que não tinham acesso a estas redes e, como tal, não podiam estudar e trabalhar online, e esse é um problema que o país enfrenta”. A responsável pelo Gabinete de Informação da ANACOM adiantou também que “a ANACOM tem estado a trabalhar com o Governo nessa matéria, de modo a levar as redes de fibra ótica de capacidade elevada a estas zonas brancas. A ideia é lançar o concurso para encontrar as empresas que vão fazer essa instalação das redes ainda este ano”.

 

Igualmente presente nesta reunião esteve o Engenheiro Vítor Rabuge, da Direção-Geral de Supervisão da ANACOM, que relatou que este estudo que fizeram no concelho de Montemor, permitiu verificar que “há oportunidades de melhoria nas 3 redes”. De acordo com Vítor Rabuge, há claramente chamadas que não são concretizadas, chamadas que são iniciadas e que terminam intempestivamente, que em termos dos dados móveis confirmou-se que há muitas tentativas de download de acesso à internet que não se conseguem realizar e, evidentemente, isto são oportunidades de melhoria que os operadores podem usar para proporcionar melhor serviço aos utilizadores e seus consumidores”.

 

Ainda nesta reunião, alguns Presidentes de Junta alertaram para as dificuldades que existem na distribuição de Correio, ao que o Presidente da ANACOM respondeu que todas as informações por escrito são bem-vindas, pois esta é a forma da ANACOM pressionar.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31