22 Jan. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Rui Nabeiro defende dinamização de economias locais e inovação para valorizar regiões do interior

Regional 27 Nov. 2020

Rui Nabeiro, CEO da Delta Cafés, fez parte de diversas propostas para a valorização do interior, abordadas na primeira edição das Conferências do Centro, em Alvaiázere, que se realizou na ontem, dia 26 de novembro.

Segundo o Dinheiro Vivo, as propostas reunidas são também resultado da participação de António Trigueiros de Aragão, administrador das Fábricas Lusitana – líder nacional de farinhas alimentícias, e com fábricas na Beira Baixa, em Alcains –, e de João Torres, secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor.

O consenso gerou-se à volta da importância da criação de “marcas inovadoras” na região que “acrescentem valor e diferenciação social e ecológica”. As várias soluções apontadas por estes empresários passaram pelo empenho na “modernização tecnológica das empresas”, pela “capacitação de mão-de-obra qualificada”, e pela “internacionalização de produtos”, endógenos ou não, para estimular a economia nas regiões de baixa densidade.

João Torres, secretário de Estado, afirmou que “a dinamização dos territórios do interior, valorizando e promovendo a economia local, é essencial para o desenvolvimento do país”.

Rui Nabeiro defendeu ainda que “o café é importado, não é endógeno. Na Europa não se produz café, exceto nos Açores: a Delta contribuiu para o crescimento da sua região, criando postos de trabalho, porque diversificou os seus produtos e inovou-os constantemente”.

Porém, António Trigueiros destacou a importância da “inovação, consistência e equilíbrio, sem nunca defraudar o consumidor”, acrescentando que “é fundamental apostar, antes de tudo, na educação e investigação, assim como investir em infraestruturas tecnológicas para poder atrair mão-de-obra qualificada para o interior”.

Paulo Fernandes, presidente da Câmara do Fundão, explicou também durante a sua intervenção como é que a cereja daquela região conseguiu atingir um impacto de quase 20 milhões de euros na economia local.

Por fim, o secretário de Estado do Comércio referiu que “esta pandemia veio comprovar a importância da autonomia estratégica dos territórios – países e/ou regiões – para fazer face às necessidades mais básicas dos cidadãos”. Para o governante, cada um dos 308 municípios de Portugal pode contribuir para o desenvolvimento social e económico do país “promovendo a coesão social e territorial num país com tantos desafios pela frente: a digitalização, a demografia, as desigualdades...”.

A primeira edição das Conferências do Centro, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Alvaiázere e pelos Territórios Criativos, teve como tema os “Produtos Endógenos – O Rosto dos Territórios”, e foi transmitida online numa sessão aberta por Célia Marques, presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere e anfitriã do evento.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31