Imprimir esta página

EXCLUSIVO RC

Santuário Sra D´Aires:“Este Santuário é palco de duas grandes peregrinações” que dinamizam a economia local, diz Arcebispo de Évora (c/som)

Regional 15 maio 2021

Decorreu hoje a cerimónia de reabertura do Santuário D´Aires em Viana do Alentejo após uma obra de requalificação do espaço envolvente do mesmo.

Do programa constou a celebração de uma eucaristia presidida pelo Senhor Arcebispo metropolitano de Évora Dom Francisco Senra Coelho que, em exclusivo à RC disse “hoje estariam aqui mais de 500 cavaleiros que vem da Moita do Ribatejo” e que percorreriam estes “120 km durante vários dias, se não fosse a conjuntura que nos faz viver em contingência devido à pandemia”.

D. Francisco Senra Coelho enaltece a localização do Santuário declarante “aqui este espaço do campo é uma erupção espiritual. Aqui cruzam-se várias linhas espirituais, aqui se junta o Alto e o Baixo Alentejo em grandes peregrinações.”

O Senhor Arcebispo relembrou as origens do Santuário D´Aires, descrevendo “no século XV, um agricultor a lavrar a terra encontrou um pote de barro e, segundo a legendária popular, lá dentro estava esta bela imagem de pedra, uma Senhora da piedade, uma pietá.”

Prosseguiu dizendo que, “no século XVIII, houve, curiosamente, uma peste e aqui, os comerciantes, resolveram transformar um pequeno espaço numa pequena capela, construída então a partir dessa imagem de pedra encontrada e com o reconstruir dessa capela nesta grande igreja, que foi em Ação de Graças pelo fim de uma pandemia.”

Frisou ainda que é um Santuário, palco de muitas peregrinações que contribuem para a economia local. “É um lugar de duas grandes peregrinações. Uma Peregrinação no último fim de semana de abril, que é a peregrinação dos cavaleiros da Moita do ribatejo até aqui, esta Vila fica inundada de cavaleiros” e “depois, no último fim de semana de setembro São Miguel, considerado patrono das colheitas, vem se aqui fazer a feira da alegria pela fecundidade da terra e agradecer a Nossa Senhora o que o campo deu.”