29 Set. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

“Serviram-se de mim e meteram-me de lado, porque era um grande estrago para o PS de Portalegre”, diz Rondão Almeida (c/som)

Regional Escrito por  26 Set. 2016

António Rondão Almeida, candidato nas próximas Eleições Autárquicas pelo movimento de cidadãos independente “Elvas é o nosso Partido”, e antigo presidente da Câmara Municipal de Elvas durante vinte anos, considera que sempre respeitou o Partido Socialista, mas que se serviram dele, e o colocaram de lado, porque era “um grande estrago para o PS de Portalegre”.

António Rondão Almeida declarou à Rádio Campanário que os socialistas sabem que foi sempre uma pessoa “muito especial dentro do partido”, tendo agido sempre pela sua cabeça “e nunca com orientações de qualquer grupo politico ou partidário. Evidentemente que enquanto militante, respeitei o meu partido e quem sabe, se agora, no meu interior, aquilo que existe não é uma veia social democrática completa, evidentemente que não é aquele socialismo de esquerda profundo, mas um homem extremamente moderado como sempre tenho sido”.

Rondão Almeida expressa que o Partido Socialista não se portou muito bem com ele, “nestes últimos dois anos, e é um dos grandes males do partido, servirem-se das pessoas, e depois, quando eles pensam que a pessoa já não lhe é útil, passam-na para o lado”.

Questionado sobre como viu a posição da Federação do PS de Portalegre, em relação à sua pessoa, Rondão Almeida diz que o grande interesse que existia na Federação, “era o desaparecimento de Rondão Almeida da política, porque era a única forma de Portalegre voltar a ter o peso que tinha em 1993, quando Rondão Almeida veio para Elvas”.

Afirma que sempre foi “um grande estrago para o PS em Portalegre porque fez com que Elvas começasse a ter voz no distrito e não fosse só a capital”.

Acrescenta que “a partir do momento” em que a Federação “tem a oportunidade para ter um homem da sua mão em Elvas, para darem a Portalegre a possibilidade de ser Portalegre a escolher os candidatos da Câmara Municipal de Elvas, está tudo dito”, salientando que “com Rondão Almeida isso nunca aconteceria, nunca Portalegre mandaria em Elvas, em qualquer dos aspetos que fosse, e quando um dia os de Portalegre quiserem pôr o pé em cima de Elvas, têm sempre o Rondão Almeida contra, e foi isso que aconteceu, e por isso mesmo, o desentendimento também com a própria Federação”.

      

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30