27 Set. 2022
 
Tauromaquia
21:00-22:00

Estremoz

Sociedade Filarmónica Luzitana celebra 180 anos ao serviço da cultura estremocense

Regional Escrito por  25 Ago. 2020

A Sociedade Filarmónica Luzitana está a celebrar os seus 180 anos de vida, dedicados à cultura estremocense. 

Instituída a 28 de Agosto de 1840, nasceu da extinta Banda Marcial do Batalhão de Voluntários de Estremoz da Senhora D. Maria II.

Em 1875 toma definitivamente o nome de “Luzitana” e em 1885 ganha, em Évora, o 1° prémio num certame musical em que participam todas as filarmónicas do distrito, quando da visita da Família Real Portuguesa àquela cidade.

A 4 de Janeiro de 1894, D. Carlos distingue a Filarmónica com o galardão de “Real”. Passando então a denominar-se “Real Philarmónica Luzitana”.

No ano de 1910 atravessa um grave período de crise, que quase a leva à dissolução.

Em 1915 ultrapassa a crise e, com o nome primitivo de Sociedade Filarmónica Lusitana de Estremoz abrilhanta as Festas do 5º Aniversario da República, em Casa Branca.

Em 1993 Foi-lhe atribuída a medalha de Mérito Municipal.

No Ano de 2006 é virada uma página muito importante na história da Sociedade Filarmónica Luzitana, com a Gravação do seu 1º CD MULTIMÉDIA, sendo o repertório característico da Luzitana, como é por exemplo A VELHINHA LUZITANA (peça essa que é única e só existe na Luzitana).

Possui uma Escola de Música para dar continuidade à filarmónica. Da filarmónica nasceram diversificados grupos musicais, desde uma orquestra a animados grupos de jazz.

É actualmente a Banda mais antiga do país em actividade continua, Federada na Federação das Sociedades de Educação e Recreio.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30