08 Ago. 2022
Nuno Rocha
À mesa com a RC
13:00-14:00

Turismo militar em Portugal: 12 castelos, fortes e muralhas imperdíveis, um fica no Alentejo

Turismo militar em Portugal: 12 castelos, fortes e muralhas imperdíveis, um fica no Alentejo Vortex Mag
Regional Escrito por  28 Dez. 2021

Portugal é um dos paises rico em património militar e de defesa, entre fortes, castelos e outras estruturas de interesse. Muitas cidades também possuem muralhas em seu redor, algumas em melhor estado de conservação do que outras. E ainda existem diversos fortes e fortalezas, muitos deles localizados à beira-mar. 

É fã de turismo militar, então saiba o que pode visitar em Portugal:

1. Forte da Lagarteira (Caminha)
Bem próximo de Espanha, a Norte, o concelho de Caminha tem diversas fortificações militares, construídas com a intenção de fazer face a ataques marítimos dos espanhóis. Junto à praia, em Vila Praia de Âncora, destaca-se o Forte da Lagarteira, com a sua planta em estrela, e com origem no século XVII. Destacamos também o Forte da Ínsua, um Monumento Nacional construído numa pequena ilha que se encontra a 200 metros da costa, que está abandonado já há muitos anos.


2. Castelo de Guimarães (Guimarães)
É chamado de “o berço da nação” por ter sido o local onde terá nascido o nosso primeiro rei, D. Afonso Henriques. Este Monumento Nacional começou a ser construído no século X, pretendendo ser um mosteiro, e foi mais tarde ampliado e adaptada à função de fortaleza e castelo. Não deixe de apreciar a estátua deste monarca e de visitar o Centro Histórico, que foi classificada como Património Mundial pela UNESCO.

3. Castelo de Trancoso (Trancoso)
Este castelo medieval assumiu no passado uma grande importância estratégica, devido à sua localização. Aqui se deram várias lutas com papel decisivo para a formação do nosso país, como a batalha de Trancoso, que ocorreu em 1385 e que opôs portugueses e castelhanos. Não deixe de percorrer as bem preservadas muralhas, de pisar as ruas onde, em 1282, os reis D. Dinis e D. Isabel de Aragão se casaram, e de apreciar as Portas d’El Rei e as Portas do Prado.

4. Praça-Forte de Almeida (Almeida)
Perto de Espanha, encontra-se a praça-forte de Almeida, com um bem definido formato de estrela de 12 pontas a rodear as suas muralhas. Este local foi palco de muitas batalhas históricas, graças à proximidade com a fronteira, e é hoje palco frequente de recriações que atraem muitos visitantes. A maior desta recria a explosão que ocorreu em 1810, durante as invasões francesas. Não deixe de visitar também o Museu Histórico-Militar.

5. Convento de Cristo (Tomar)

O conjunto monumental formado pelo Convento da Ordem de Cristo, pelo Castelo dos Templários, construído em 1160, e pela Cerca Conventual é património mundial da UNESCO desde 1983. Este convento é uma das maiores heranças da passagem dos Templários no nosso país, impressionando pela grandiosidade e beleza arquitetónica, da qual destacamos a Janela do Capítulo, ao estilo Manuelino, e a Charola Templária.

6. Castelo de Almourol (Vila Nova da Barquinha)
No distrito de Santarém, perto da Área Militar de Tancos, encontra-se aquele que é considerado por muitos o mais belo castelo do nosso país, já que foi construído numa pequena ilha, em pleno Rio Tejo. Além da sua envolvência única, este é dos monumentos militares medievais mais marcantes da Reconquista. Curiosamente, durante o século XX, este local chegou a funcionar como Residência Oficial da República Portuguesa.

7. Linhas de Torres (Torres Vedras)
Há quem diga que esta “espinha na garganta” de Napoleão Bonaparte é das construções militares europeias mais eficazes da história. Este invulgar sistema militar, que foi construído há mais de 200 anos para defender Lisboa dos franceses, é Monumento Nacional desde 2019. Ao todo, encontra aqui mais de 100 estruturas militares, entre fortes e estradas, espalhados por 85 km em 6 concelhos a norte de Lisboa. Poderá percorrer algumas das rotas, e visitar um Centro de Interpretação.

8. Torre de Belém (Lisboa)
Dona de uma beleza arrebatadora, a Torre de Belém está enquadrada de forma incrível junto ao Rio Tejo. É Património Mundial, juntamente com o vizinho Mosteiro dos Jerónimos, e é dos monumentos mais fascinantes da nossa capital, símbolo de nosso país e da época dos Descobrimentos. Inicialmente, foi concebida com a função de defesa marítima da cidade, podendo observar-se nela símbolos como a Cruz da Ordem de Cristo e as armas reais.

9. Museu Militar de Lisboa (Lisboa)
Existem vários museus militares espalhados um pouco por todo o país, sendo que um dos mais icónicos é o de Lisboa, que dispõe de um espólio vasto que reúne 900 anos da História Militar Portuguesa. Foi criado em 1842 e acolhe uma coleção de armaria única, entre uma coleção de canhões, uma ampla diversidade de peças de artilharia, e uma notável coleção de obras de arte, que engloba azulejaria, escultura e pintura.

10. Forte de São Julião da Barra (Oeiras)
Este monumento, enquadrado de forma deslumbrante na paisagem, é a atual residência oficial do Ministro da Defesa, e chegou a acolher em tempos os famosos Eisenhower e Montgomery. Foi considerado uma das construções militares marítimas mais importantes do nosso país, tendo sido mandada construir por D. João III, no século XVI, como forma de defender a barra do Tejo e o acesso ao porto de Lisboa. Em Oeiras, poderá encontrar também mais seis fortes, incluindo o do Bugio.

11. Forte da Graça (Elvas)
Este forte foi edificado na Monte da Graça, um dos pontos mais altos desta zona do Alentejo, a mando de D. José I, em 1763, com o objetivo de fazer frente às investidas dos espanhóis. É considerado um dos melhores exemplares da arquitetura militar da Europa no século XVIII, e das fortalezas abaluartadas mais poderosas. É também o ponto mais emblemático do Património Mundial que é constituído pela Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas.

12. Farol do Cabo de São Vicente (Vila do Bispo)
Está situado no extremo sudoeste da Europa, no Algarve, e os seus clarões rotativos são visíveis a 32 milhas, o que o torna um dos faróis que atingem maior alcance a nível europeu. Graças à sua localização, o Cabo de São Vicente assumiu uma grande importância estratégica para várias rotas marítimas, embora só em 1846 é que o antigo convento aí edificado foi reconvertido em farol. Não deixe também de visitar a bela Fortaleza de Sagres, ali bem perto.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31