Imprimir esta página

Evora

Turismo Rural renova aldeia de S. Brás do Regedouro (c/fotos)

Regional 10 Jun. 2021

Projeto de Turismo Rural dinamiza aldeia de S. Brás do Regedouro, na Freguesia de Nª Srª da Tourega, Concelho de Évora.

Praticamente concluído e em condições de iniciar o acolhimento de hóspedes, com um modelo dos mais originais em todo o País, o empreendimento recebeu no passado dia 7 de junho a visita do Presidente da Câmara Carlos Pinto de Sá, e do Vereador da Cultura e Turismo, Eduardo Luciano, conforme foi noticiado pelo site oficial do município de Évora.

Este projeto assentou na reabilitação de casas tradicionais da aldeia e apostando num conceito de alojamento de conforto/charme, remodelando positivamente a face da aldeia de S. Brás do Regedouro, cujas raízes históricas registam-na como uma antiga zona de apoio aos viajantes no cruzamento de caminhos entre o interior e o litoral do Alentejo.

Iniciado no ano de 2019, o “S. Brás do Regedouro Turismo na Aldeia” nasceu da vontade da família Ribeiro, originária de Lisboa, que resolveu investir num conceito inovador de turismo rural que se interliga com a realidade local.

Foram preservados, como condição obrigatória, os traços urbanísticos e arquitetónicos caraterísticos da típica aldeia rural alentejana, mas também o respeito pelos valores tradicionais e culturais dos habitantes, que continuam a sentir-se em casa. Neste contexto reside a proposta subjacente ao projeto: proporcionar aos hóspedes uma experiência rural num espaço com história e em contacto direto com os residentes locais.

O empreendimento turístico tem uma capacidade total de 45 pessoas através de 15 alojamentos de várias tipologias, dispersos por todo o espaço da aldeia, com as casas e os equipamentos de apoio prontos a receber visitantes com mobilidade condicionada.

Para além dos alojamentos, o complexo turístico dispõe de piscina e zona de esplanada com bar, garrafeira, zona de massagens, espaços exteriores de lazer destinados a atividades culturais, forno a lenha, loja de produtos artesanais e regionais, duas salas de eventos e restaurante. São ainda possíveis atividades como degustação de vinhos, workshops de artesanato, cerâmica e culinária, passeios de bicicleta e de balão de ar quente, observação de aves, passeios turísticos por Évora, bem como jantares tradicionais com os moradores da aldeia e sessões informativas sobre profissões tradicionais da região.

Para além de todas as experiências pode ainda ser visitado o museu “Cabanas de Memória”, localizado no centro da aldeia que mantém vivas as suas histórias e o imaginário popular.

Este empreendimento contou com o apoio da Câmara Municipal de Évora desde o seu início.

Fotos:Município de Évora