×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63

Um Natal sem desperdícios. Saiba aqui como

Regional 25 Dez. 2020

O Natal chegou e este dia é, quase sempre, sinónimo de mesa recheada. Porém, não tem de ser também sinónimo de desperdício alimentar. Ciente de que esta é uma época com muita comida, a aplicação móvel Too Good To Go elaborou um guia que visa ajudar os portugueses a reduzir o desperdício e a aproveitar o melhor possível todos os alimentos servidos.

Partilhar, congelar e aproveitar são os pilares desta estratégia, que poderá ser seguida por todas as famílias interessadas em contribuir para um planeta mais sustentável. As dicas estão a ser partilhadas no site da Too Good To Go e dizem respeito também ao pré e pós-Natal.

Libertar espaço no frigorífico

Na semana antes do Natal, a Too Good To Go aconselha a libertar espaço no frigorífico e no congelador para que seja possível conservar toda a comida que vai sobrar. Mas, atenção, libertar espaço não significa deitar para o lixo;

Não cozinhar demais

Uma das causas de desperdício alimentar no Natal é cozinhar comida em excesso. Muitos convidados acabam por deixar comida no prato ou não conseguem provar tudo. “Para evitar isto, planeia o menu com antecedência”, indica a app, sugerindo que se confirme o número de pessoas à mesa que se calcule as quantidades de cada alimento a partir daí;

Fazer uma lista de compras

Planeado o menu, está na altura de fazer a lista de compras. Primeiro que tudo, é necessário ver o que já há em casa. Depois, é importante não cair nas promoções de última hora de produtos que não são, de facto, precisos. A Too Good To Go sugere também que se compre logo alguns ingredientes necessários para as receitas a fazer com as sobras do Natal;

No Dia de Natal

Um dos truques passa por dividir as receitas por vários momentos: começar por servir apenas metade do queijo e, só quando acabar, apresentar o resto. “Assim, evitas que a comida esteja à temperatura ambiente durante várias horas, correndo o risco de se estragar”, explica a app. O mesmo princípio aplica-se à restante comida: a seguir à refeição, o melhor é guardar logo tudo em recipientes de conservação;

O congelador é o melhor amigo

Aquilo que não será consumido em breve deve ser congelado, preferencialmente em doses pequenas para que se mais fácil aquecê-las depois. Mas o que é que se pode congelar? Queijos duros, semi-duros e moles (mas não queijos cremosos, como Brie), pratos de carne e peixe, frutos secos e até Bolo-Rei ou Rainha;

Aproveitar, aproveitar, aproveitar

Quem não quiser congelar toda a comida poderá transformá-la em novas receitas. O bacalhau cozido pode dar origem a pataniscas, ao passo que as couves cozidas podem ser usadas para sopa, por exemplo.

Partilhar o espírito e as sobras natalícias

Por fim, a Too Good To Go aconselha a partilhar. A comida que sobrar pode ser dividida por família e amigos, pedindo aos convidados que tragam os seus próprios recipientes.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31