Universidade de Évora homenageia Filomena Barros "In Memoriam" com congresso!

Regional 25 maio 2022

 

Filomena Barros, professora do Departamento de História da Universidade de Évora, faleceu subitamente, a 7 de março de 2021. Em sua memória, a par de um congresso científico a decorrer nos dias 2 e 3 de junho de 2022 no Anfiteatro 131 do Colégio do Espírito Santo (Universidade de Évora), decorre um “dia aberto”, que terá lugar no 4 de junho no Salão Nobre do Teatro Garcia de Resende, em Évora, (10h - 16 horas).

Neste “dia aberto” pretende-se que todos os interessados celebrem a memória da professora Filomena Barros com intervenções, sejam elas científicas, artísticas, cívicas ou outras. “Espera-se que este seja um espaço e um tempo de convívio para troca de experiências e ideias, ao gosto da própria Filomena” sublinha a comissão organizadora desta iniciativa composta por André Madruga Coelho (U. Évora); André Silva (U. Porto); Clara Almagro Vidal (UNED); Fernando Branco Correia (U. Évora); Susana Gómez Martínez (U. Évora).

Licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Maria Filomena Barros tirou o mestrado em História Medieval pela Universidade do Porto e o doutoramento em História pela Universidade de Évora, onde depois passou a ser professora do Departamento de História, com duas áreas científicas principais de investigação: Minoria Muçulmana (períodos Medieval e Moderno) e História Social Medieval.

Especialista em estudos de Minoria Muçulmana e História Social Medieval, Maria Filomena Barros morreu em Lisboa, de onde era natural, aos 62 anos, vítima de doença súbita.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31