Vimieiro

Vimieiro: “São 25 anos de amor a esta terra, sou e serei sempre um deles , de coração” diz Padre Amândio Painha (c/som)

Regional Escrito por  25 Jul. 2022

 

Amândio Painha é Padre e está na Paróquia do Vimieiro há 25 anos.

Habituado a celebrar a eucaristia de domingo, realizada tradicionalmente nas Festas do Vimeiro, a missa deste ano de 2022 será para sempre recordada por este sacerdote como um momento especial.

A Misericórdia de Vimieiro decidiu homenagear, nesta cerimónia, o sacerdote Amândio Painha pela sua dedicação e entrega à comunidade.

Um momento emotivo para todos os presentes.

A Rádio Campanário, no final da Eucaristia, falou com o Pároco Amândio Painha.

O sacerdote e Capelão da Misericórdia de Vimieiro começou por nos referir que o seu sentimento “é de gratidão porque esta paróquia, mais do que uma comunidade cristã, tornou-se uma família.”

Conta-nos que entrou na comunidade muito devagar, com o seu jeito tímido, mas com o tempo “fui entrando na casa de cada um, e partilhando diversos momentos e a pouco e pouco apercebi-me que afinal tinha uma outra família.”

Hoje em diz, diz “tenho com as pessoas de Vimieiro uma relação apaixonada, apaixonante por cada um deles, por todos.”

Segundo o Sacerdote cada vez mais “para além de pároco, sou o amigo que partilha, que convive, que almoça, mas também que chora, que vive o sofrimento deles, as tristezas, as desilusões, os fracassos, as dores.”

Para Amândio Painha “a minha vida tornou-se na vida deles e a vida deles tornou-se vida em mim e é por isso que vale a pena.”

De voz embargada refere à RC “são 25 anos de amor a uma comunidade que sempre me acolheu como um deles e isso é muito bom.”

Questionado como é a relação da comunidade do Vimieiro com a Igreja refere-nos que a mesma “é uma comunidade cristã e muito participativa” acrescentando ainda “que muitas vezes é difícil saber o que é a comunidade porque ela extravasa para fora do templo.”

Amândio Painha garante “que se esforça todos os dias para ser merecedor de tanto carinho e tanta ternura” realçando a relação profunda que existe com a população, com a Misericórdia de Vimieiro e com todas as instituições.

Perguntámos ao Padre Amândio Painha se está pronto para mais 25 anos ao serviço do Vimeiro e das suas gentes. O sacerdote responde “é o que Deus escolher, hoje estou aqui, amanhã posso não estar.”

Certo é que o momento vivido hoje “já ninguém o tira e seu tivesse que falar de um sonho, mesmo que um dia venha a passar por outras paróquias, gostaria de terminar e ver o último pôr do Sol  no meio destas pessoas do Vimieiro porque sinto que, vá para onde eu for, eles serão sempre a minha família e eu serei a família deles.”

“Serei sempre um deles e ser um deles é ter sempre o coração disponível” concluiu o Padre Amândio Painha.

 

 

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31