×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Alentejo

Vindimas: Revista "Visão" destaca quatro quintas no Alentejo onde pode colher as uvas

Imagem Ilustrativa Imagem Ilustrativa Foto: Boa Cama, Boa Mesa
Regional Escrito por  05 Set. 2020

A revista "Visão" apresentou oito sugestões “do Douro ao Alentejo”, para colher as uvas, em pequenos grupos. Como escreve a revista “este ano, nem as vindimas escapam à pandemia. As quintas abrem a atividade a menos de 10 pessoas, o que tornará a experiência ainda mais exclusiva”.

São apresentadas quatro quintas no Alentejo onde poderá ter a oportunidade de fazer a vindima. "A época mais atarefada (e divertida) do ano, dará lugar ao uso de máscara, gel desinfetante e distanciamento físico. Com as quintas reservadas a pequenos grupos e a entrada, na sua maioria, limitada a oito ou dez pessoas, nada impedirá, no entanto, que se cortem as uvas e se viva por dentro uma das épocas mais mágicas do ano", refere a revista Visão.

Casa Relvas – Concelho de Redondo

“Na Herdade de São Miguel, no Redondo, o dia começará com um passeio pela quinta (às 11h ou mais cedo, se o calor apertar) onde se começa por aprender a identificar as castas, a analisar os diferentes sabores dos bagos, das grainhas e dos engaços. Só depois se partirá para a vindima manual e para a pisa a pé na adega, seguida da prova de mostos e de vinhos. A máscara será, obviamente, obrigatória. O programa, com a duração de cinco horas, poderá incluir um almoço tipicamente alentejano ao ar livre. Inclui a oferta de um chapéu e t-shirt”.

Torre de Palma – Concelho de Monforte

“Em Monforte, as vindimas começaram no primeiro dia de setembro e só devem terminar em meados de outubro. A participação na atividade desta vinha de sete hectares (limitada de 2 a 10 pessoas), inclui a colheita manual e a selecção das melhores uvas. A visita à adega, da autoria de João Mendes Ribeiro, a prova de mostos e de vinhos seguida de almoço no restaurante Basilii completam o programa de um dia. Se tiver sorte, ainda poderá encontrar por lá o enólogo Duarte de Deus durante a vindima. Se preferir prolongar a experiência, poderá pernoitar no hotel vínico de cinco estrelas”.

Adega José de Sousa – Concelho de Reguengos de Monsaraz

“São duas as opções da Adega José de Sousa para a época de vindimas, com ou sem almoço, disponíveis até 12 de setembro. Situada em pleno interior alentejano, em Reguengos de Monsaraz, a adega permitirá ao público participar nas atividades da época, que estejam a decorrer na vinha ou fora desta. Neste ano, os grupos foram reduzidos (2 a 16 pessoas/máximo), para garantir o distanciamento, com máscaras e desinfetante obrigatórios. Incluída estará sempre uma visita guiada à Adega dos Potes, onde se encontram 114 talhas de barro para produção, por um método ancestral, do chamado vinho da talha, e à Adega Moderna onde se observam as cubas de inox com parte da produção da marca. Se optar pelo programa mais curto, terá à espera uma prova de três vinhos com degustação de produtos regionais. Já na opção de almoço, conte-se com gaspacho, diversos enchidos, empadas e folhados, além de biscoitos, fruta da época e vinhos José de Sousa. Cada visitante receberá uma t-shirt e um chapéu de vindima”.

Herdade das Servas – Concelho de Estremoz

“Nesta propriedade com 350 hectares de vinha, situada a poucos quilómetros de Estremoz, o centro das atenções será a pisa a pé das uvas nos lagares de mármore – cumprindo uma antiga tradição, o visitante (pequenos grupos de 4 a 8 pessoas) é equipado com botas e fatos de borracha devidamente higienizados. Haverá ainda oportunidade de visitar a adega, a zona de vinificação e a cave de barricas, e ainda de provar quatro vinhos. Está incluída a oferta de uma t-shirt e de uma garrafa de vinho”

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31