Elvas: Semana dedicada ao Turismo arrancou com reabertura do Posto de Turismo no Caia, a apresentação do Wifi em centros históricos e sessão pública do Portugal Heritage (c/som e fotos)

Reportagens Escrito por  23 Set. 2016

Foi reaberto esta sexta-feira, dia 23 de setembro, pela Câmara Municipal de Elvas e a Junta de Freguesia de Caia, São Pedro e Alcáçova, o Posto de Turismo do Caia, cuja gestão vai ser feita pela Junta de Freguesia.

A cerimónia de reabertura do edifício contou com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinho, da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, do presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, para além de um conjunto alargado de individualidades.

Recorde-se que o Posto de Turismo sofreu obras de melhorias, depois de alguns anos encerrado ao público, voltando agora a estar dotado de meios humanos e materiais para o acolhimento de visitantes e turistas que se desloquem à cidade e ao país.

Finalizada a cerimónia, a comitiva deslocou-se ao Salão Nobre da Câmara Municipal de Elvas para a apresentação do lançamento da linha de apoio a projetos Wifi em Centros Históricos.

Mais tarde, foi a vez de, no Forte da Graça, ser apresentado ao público, a Portugal Heritage.

Trata-se de uma associação privada sem fins lucrativos de lógica cooperativa, que trabalha na capacitação, na promoção e na valorização do património cultural e do tecido empresarial e institucional ligado à temática, tanto internamente, como num panorama internacional.  

À reportagem da Rádio Campanário, o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha explanou que deveria “haver um ponto de apoio a quem nos visita, seja turista ou não. Há pessoas que quando entram em Portugal precisam de um determinado tipo de informação e de um determinado tipo de ajuda e é por isso que este posto foi reaberto para poder dar as informações que são necessárias e para poder ser uma mão amiga à entrada de um país, que eu acho que a melhor coisa que pode ter é o saber receber”.

Sobre a linha de apoio a projetos Wifi em Centros Históricos, Nuno Mocinha diz que em Elvas, é um projeto piloto, mas é intenção da “Secretaria de Estado, com o Turismo de Portugal, disseminar este projeto por todos os centros históricos do país e aquilo que consta é ter uma rede Wifi disponível para que o turismo quando chegue, possa aceder com facilidade a todas as informações disponíveis, e por outro lado, no que toca à Associação Heritage, que vai fazer a sua apresentação no Forte da Graça, aquilo que podemos esperar é um plano de ação que tem a ver com as cidades Património Mundial e na qual Elvas está integrada e que também para nós, é uma honra receber no âmbito da comemoração do Dia Mundial do Turismo, esta iniciativa em Elvas”.

Instado sobre a presença da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Nuno Mocinha diz que “é uma forma de validar todas estas situações e honrar o Município de Elvas, porque uma coisa é sermos classificados e outra coisa é dinamizar essa classificação e daí, fica também o reconhecimento à senhora Secretária de Estado, por tudo o aquilo que tem feito por Elvas, e com a sua presença em todos estes projetos”.      

Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, referiu que foi decidido dedicar uma semana inteira ao turismo, “atendendo à importância que o turismo tem na nossa economia, representa 15,3% das nossas exportações nacionais, é o nosso principal setor exportador e nós decidimos dar-lhe a importância que merece e, portanto, não só um dia dedicado ao turismo, mas uma semana inteira, em todo o país. O objetivo foi mostrar que o turismo está a acontecer em todo o país e não só naquelas regiões tradicionais que nós já associamos à atividade turística”.    

Acrescenta que foi escolhida a região Alentejo, porque “é uma região paradigmática de como os destinos turísticos se constroem de uma forma planeada, estruturada e com trabalho em rede entre todos. Escolhemos Elvas em particular porque tem sido uma cidade com um dinamismo fantástico neste projeto de dinamização do património, de articulação e de trabalho em rede entre todos para construção de destinos turísticos sustentáveis, e cada vez mais atrativos para o nosso país”.

Salienta que outro motivo para a escolha da cidade de Elvas deve-se, a ser “uma porta de entrada do nosso país e queremos cada vez mais aproveitar as nossas portas de entrada como cartões de visita emblemáticos daquilo que o nosso país tem para oferecer e aproveitando o dinamismo que Elvas já tinha aqui, (…) aproveitado o esforço que está a ser feito em termos de qualificação do património como ativo diferenciador, e é aquilo que mais ninguém tem senão nós, para lançar o projeto da conversão dos monumentos em projetos turísticos e hoteleiros, já tinha sido feito no Convento de S. Paulo e vamos hoje lançar também em Elvas, o projeto Wifi gratuito nos centros históricos, e mais uma vez porque é um ponto de entrada em Portugal e queremos que seja um sitio onde os turistas vão, têm acesso à informação sobre o que podem visitar em Elvas e nos outros sítios, onde novos negócios podem surgir sob a disponibilidade gratuita da internet (…) e também que a internet usada pelos turistas em Elvas, seja uma forma de estarem a promover, através de fotografias”.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, destacou a importância da localização dos postos de turismo junto às fronteiras, “mas o mais importante é que estes postos de turismo sejam, além da porta de entrada, uma porta de comunicação eficaz para a região e para todo o país”.

Questionado sobre o número crescente de visitantes, diz que vê esses números “como a prova de que todos estamos a fazer um bom trabalho (…) acho que o país tem que estar muito orgulhoso com esta atividade económica que está a puxar tanto pelo país, está a gerar tantos postos de trabalho (…) e que claramente tem um potencial de crescimento enorme e que não podemos desperdiçar”.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva referiu que o facto da semana dedicada ao turismo ter-se iniciado no Alentejo significa “o reconhecimento da Secretaria de Estado pelo trabalho que tem sido feito, não só por nós, a Entidade Regional de Turismo representa as autarquias, os empresários, os agentes, a própria comunicação social, todos nós temos construído aqui um destino e é muito importante também dizer que a Câmara de Elvas, o Norte Alentejo, faz parte desse destino Alentejo, tem potencialidades e é muito relevante o facto do Turismo de Portugal, ter decidido lançar dois programas nacionais, quer o All for All quer o Portugal Wifi nos centros históricos (…) significa que em termos de turismo, temo-nos afirmado pela excelência e pela qualidade do nosso trabalho e esse reconhecimento é feito com este gesto e com estes atos públicos”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30